terça-feira, 24 de março de 2009

Moonshadow

Hoje eu vou postar uma das mais belas graphic novels que eu já li.
Na verdade...

Leia Mais


Na verdade, seu texto é tão lírico que eu não a considero uma HQ, está mais para livro ilustrado, poesia pintada, sei lá. O fato é que esta foi uma das mais inovadoras HQ já feitas e permanece ainda meio obscura (leia-se injustiçada) enquanto suas parentes como Monstro-do-Pântano e Sandman ganharam os holofotes. Talvez por descartar totalmente o universo dos super-heróis, coisa que nem Sandman fez. Aliás, a história tem um clima onírico tão forte que parece ter saído direto de algum mundo do Sonhar. Pra começar, foi a primeira HQ totalmente feita em aquarela, no caso a do artista Jon J. Muth, totalmente coerente com o texto de J.M. DeMatteis. Foi também uma das primeiras do selo Epic da Marvel, voltado para o público adulto (que não deu muito certo, mas deixa pra lá), sendo publicada em 1985. E em 94 foi republicada pela Vertigo (DC), sendo uma das raras HQs publicadas pelas duas cooncorrentes. Com seu texto ahhh.... o texto.

Moonshadow conta a história do personagem homônimo e suas aventuras em um mundo intergalático, fictício, mas onde a Terra é bem parecida com a nossa. Sua mãe, auto-nomeada "Sunflower", foi uma hippie das mais doidonas, dorme-suja, fumadora de orégano e comedora de doces, conviveu com musicos, poetas, revolucionarios do pensamento e similares. Ela é abduzida por um dos G'L-dozes, uma raça de bolas de luz com imensos sorrisos (não me perguntem) de aparente onipresença e imenso poder, e levada para o Zôo, uma espécie de arca com vários espécimes que ali vivem sem um objetivo explicado. Lá, ela dá a luz ao nosso herói, Moonshadow. Depois de crescido, Moonshadow resolve que deve partir do Zôo e desbravar o espaço. Parece muito fantástico? E é. Mas, sob toda essa fantasia, há muitas coisas reais e "mundanas" que são questionadas e refletidas durante a obra, seja nos valores da família de Sunflower, nos valores que ela mesmo cria pra si e toda a revolução hippie contida na história, na canalhice de IRA (você vai descobrir) e na dependência de Moonshadow por ele, na maldade e ganância de vários personagens, no romantismo e inocência de Moonshadow que são perdidos no decorrer da saga, que como ele chama, é sua viagem rumo ao "despertar". Não é à toa que a obra é chamada de "Um conto de fadas para adultos". É um drama épico, sobre a perca da juventude e questionamento de todos os valores assim chamados "adultos", onde o leitor inevitavelmente se identifica em várias passagens. Enfim, chamar de HQ é muito pouco. É uma obra literária, no maior sentido do termo.


E aí, curiosou?? então baixe (se puder COMPRE), leia, reflita, emocione-se e adquira também seu passaporte para o despertar.


Obs.: o especial Moonshadow - A despedida, foi lançado junto com o reprint da DC em 1997, ou seja, mais de uma década depois, e conta a como foi a vida adulta do personagem. Não foi publicada no Brasil, então só em scans. Foi traduzida por Anton Arcane e letrada por Abin Sur especialmente para o grupo de discussão e compartilhamento ComicsBr, do qual orgulhosamente faço parte.


Download nas capas


Moonshadow.01.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000 Moonshadow.02.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000 Moonshadow.03.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000 Moonshadow.04.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000

Moonshadow.05.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.06.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.07.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.08.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.09.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.10.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.11.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.12.de.12.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.Capas.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000Moonshadow.Especial.-.A.Despedida.03SET06.HQ.BR.GibiHQ.pdf-000

10 comentários:

kallllos disse...

Amigão, muito boa a sua resenha
coesa e direta.
eu commecei a ler moonshadow lá pelos meados de 94, 95 eu era um piazão e lia escutando Enia(hehe)
a medida que a história ia se tornando mais obscura mudei pra sons mais classicos com orgãos tristes. Eu consegui adquirir a coleção completa nos sebos e essa ultima que a galera traduziu eu mandei pra uma gráfica pra eles imprimirem e encadernar.
abraços e continue cmpartilhando suas opiniões.

KOMIKER disse...

Olá Edu,
Vi teu anúncio no ComicsBr e dei uma passada.
Cara, o teu texto sobre o Moonshadow realmente tá ótimo, vende geladeira pra esquimó hehe.
Adoro essa estória, foi uma das primeiras que postei no Komikerbr também.
A postagem do início do Ultimate tá bacana também.
Sei como é começar um blog nesse universo tão cheio de blogs de quadrinhos, então, espero que consiga destaque e principalmente tenha boas postagens e parcerias.
Aliás, querendo uma parceria é só avisar.

Sds.

Komiker Master

EduOneiros disse...

Meus amigos, seus comentarios são realmente incentivadores!! muito obrigado!!

Com certeza gostaria de uma parceria, Komiker, só preciso aprender direito como fazer, heheheh!!!

Abraços

Pandora disse...

Olá... realmente Moonshadow é uma hq marcante. Não há quem a leia que não fique com o cérebro a mil de tantas idéias e reflexões. Infelizmente não estou conseguindo fazer o download da última edição (Moonshadow- a despedida, a única que falta eu ler) pelo easy share... poderias enviar-me ela por email ou então me enviar outro link que não seja o easy share? meu email: pandora_wolfmother@hotmail.com
Desde já agradecida... e parabéns pelos posts!! ;)

EduOneiros disse...

Olá Pandora, valeu o comentário! Eu testei o link e tá normal, mas to te mandando por e-mail por via das dúvidas...
abraço!

CaLviN disse...

Tinha ouvido falar dessa série a alguns anos atrás quando era moleque mas nunca achei pra comprar, aí com o passar do tempo acabei esquecendo dela(relapso!!), agora dando uma fuçada pela net me deparei novamente com a mesma e estou baixando.

Parabéns pelo blog e pelo post Edu, e outra coisa, nós fãs poderiamos fazer um manifesto junto a panini para ver se ela não reeditada essa linda série de novo, quem sabe eles não nos dão atenção?!

Anônimo disse...

esse moonshadow me lembra uma espécie de pequeno principe moderno! com mais poésia , com uma temática surrealista e real da humanidade e capaz de fazer o leitor viajar na imaginação por um mundo lirico e fabuloso!

Diogo C. Scooby disse...

Poxa..Só funcionam os links das 3 primeiras edições, e eu aqui todo feliz que ia reler essa obra-prima, que eu tinha mas dei de presente pra minha namorada da época ( espero que tenha feito bom proveito, vadia)

Guilherme disse...

Eu só consegui baixar a primeira edição, diz que o resto tudo foi deletado D:

Anônimo disse...

Rapaz, eu estou louca procurando os volumes de Moonshadow já faz um ano. Eu li pela internet, mas nada é tão bom quanto ter a HQ nas próprias mãos, não é mesmo? xD
A propósito, ótima descrição.:)